Pages

  • RSS

quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Arroz Doce (teleculinária)


Ingredientes:
250 g de arroz (uso próprio para arroz doce)
350 g de açúcar (uso 300g)
1 litro de leite
1 limão (casca)
1 pau de canela
6 gemas
Canela q.b.
Sal q.b.

1. Coza o arroz em bastante água temperada com sal (eu não deixo cozer totalmente).
2. Aqueça o leite com a casca do limão, o pau de canela e o açúcar.
3. Escorra o arroz, e junte-o ao leite deixando ferver entra 5 a 10 minutos mexendo ocasionalmente, desligue a placa (parece líquido, não se preocupe, enquanto arrefece ele seca).
4. Junte as gemas, uma a uma, batendo bem com uma vara de arames entre cada adição.
5. Verta o arroz numa tarteira ou tacinhas individuais e polvilhe com canela a gosto.


Nota: Como já indiquei no título, esta receita vem da revista teleculinária... uma revista muito velhinha por sinal. Este é o arroz doce da família. Seja eu, a minha mãe, ou as minhas irmãs, quando é para fazer arroz doce é esta receita que vamos buscar. Simplesmente é maravilhosa!! Arroz doce cremoso, amarelinho e doce... como se quer XD Perfeito!



terça-feira, 22 de Abril de 2014

Bifes com Molho de Cogumelos


Ingredientes:
4 bifes de porco
1 pacote de natas de cogumelos
2 colheres de sopa de margarina de alho
2 colheres de sopa de margarina para bifes
170 g de cogumelos frescos (brancos)
1 cebola pequena
Azeite q.b.
Sal q.b.

1. Tempere os bifes com sal.
2. Na frigideira coloque 1 colher de margarina de alho, 1 colher de margarina para bifes e um fio de azeite e deixe derreter.
3. Coloque dois bifes a fritar, em lume brando, até ficarem corados. Retire.
4. Acrescente mais 1 colher de margarina de alho, 1 colher de margarina para bifes e um fio de azeite, deixe derreter, e acrescente a restante carne deixando fritar, em lume brando, até ganhar cor. Retire.
5. Na gordura da frigideira, adicione a cebola cortada em luas finíssimas e os cogumelos laminados. Deixe cozinhar até ficarem suaves e ganharem uma cor bronze. Tempere com um pouco de sal.
6. Adicione as natas, incorpore muito bem à gordura, e deixe cozinhar 1 ou 2 minutos.
7. Servir a carne com molho por cima, acompanhado com um ovo, umas batatas fritas e uma saladinha.


Nota: Inspiradíssima na receita do blogue Cinco Sentidos na Cozinha... adaptei-a ao meu jeito e confesso... FICOU SOBERBO!! Adorei mesmo estes bifinhos com este molho fantástico de cogumelos!! PERFEITO!! Modéstia à parte.... muito melhor que os bifinhos com cogumelos dos restaurantes!! HAPPY!

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Charlotte de Caramelo e Chocolate


Ingredientes:
12 kit kat

Semifrio Caramelo:
330 g açúcar
160 ml de água
8 folhas de gelatina
800 ml de natas
1 pacote de bolachas maria
Café forte

Mousse de Chocolate:
300 de tablete de chocolate
200 g manteiga sem sal
200 g de açúcar
8 ovos

Semifrio Caramelo
1. Num tacho (pequeno mas alto) leve a lume o açúcar e a água. Mexa e deixe ferver até obter o ponto caramelo.
2. Demolhe as folhas de gelatina em água fria.
3. Quando obter o ponto caramelo, junte, com muito cuidado, 200 ml de natas e mexa.
4. Espremas as folhas de gelatina e junte-as ao caramelo e misture.
5. Depois de bem misturado, apague o lume e deixe arrefecer.
6. Quando o caramelo estiver quase frio, batas as restantes (600ml) natas até ficarem fofas e volumosas.
7. Adicione o caramelo e envolva bem com as natas, até ficar uma cor "camel" lindíssima (coloquei uns minutos na arca para ficar mais "preso").
8. Faça café forte e sem açúcar (eu faço café da púcara).
9. Enquanto isso, forre uma forma de aro amovível com os kitkats, eu precisei de 11 inteiros + 1 barra.
10. Coloque uma camada do caramelo no fundo, uma camada de bolachas embebidas no café (coisa rápida, não queira as bolachas a desfazerem-se e a ficarem empapadas), mais uma camada de caramelo, outra de bolachas embebidas, mais uma de caramelo, outra de bolachas e por fim o resto do caramelo.

Mousse de Chocolate
1. Leve ao lume um tacho em banho-maria, com a tablete de chocolate partida em pedaços e a manteiga.
2. Depois de tudo derretido, mexa muito bem e retire do lume.
3. Separe as gemas das claras.
4. Bata as claras em castelo bem firmes.
5. Bata as gemas com o açúcar até obter uma massa esbranquiçada.
6. Sem parar de bater, junte o chocolate em fio até ficar bem misturado.
7. Envolva as claras com cuidado.
8. Coloque grande parte da mousse sobre o caramelo.
9. Leve ao frigorífico durante 6 a 8 horas.
10. Para a decoração, uma fita é mais que suficiente, para a criançada os m&m´s é uma excelente ideia, e para quem tem sentido de humor, uns porquinhos num spa de lama é muito engraçado.


Nota: Inspirada no "bolo kit kat", "bolo xiqueiro" e "bolo m&m´s"... como é óbvio... o que não é óbvio é o recheio. Nada a ver...
A minha irmã tinha a festa do karaté e pediu-me para fazer uma sobremesa... se a festa fosse num fim de semana tinha-me pedido um bolo, mas durante a semana tinha mesmo de ser uma sobremesa.
Então pensei em fazer este bolo, mas apenas gostei da ideia dos kitkats e dos porquinhos.... pensei em vesti-los com roupa de karaté... mas fiquei com medo que o pessoal levasse a mal e não tivesse sentido de humor... então fiz o bolo xiqueiro, com um semifrio de caramelo e, por cima para criar o efeito de lama, mousse de chocolate... coloquei os porquinhos e bonequihos desajeitados em golpes de karaté.
Ambas as receitas são do Sabor Intenso. Deixo o video de ambas as receitas. Infelizmente não provei o semifrio de caramelo... mas a mousse sobrou e ficou maravilhosa... ficou bem consistente :)
Não foi nada difícil de fazer! E para levar para a casa de alguém, só com uma fitinha à volta, acho mesmo que é TOP!





quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Arroz de Pota/Polvo


Ingredientes
1200 kg de pota/polvo
1 lata pequena de tomate pelado inteiro
1 cebola
1 dente de alho
1 folha de louro
240 ml de lambrusco (ou outro rosé)
300 g de arroz carolino
1 colher de sopa de sopa de marisco em pó
Azeite q.b.
Sal q.b.
Coentros q.b.

1. Comece por cozer a/o pota/polvo na panela de pressão, com um pouco de sal, contando 25 minutos após estar em pressão.
2. Faça um refogado com a cebola picada, o alho picado, a folha de louro e o azeite.
3. No copo da varinha mágica adicione o tomate inteiro e triture. Junte ao refogado.
4. Depois junte o lambrusco, e adicione o arroz e a sopa de marisco em pó e mexa bem.
5. Adicione alguma da água da cozedura da/do pota/polvo.
6. Vá deixando cozer, mexendo ocasionalmente, verificando sempre que o arroz não seca. Vá adicionando água da cozedura da/do pota/polvo, sempre que achar que tem pouca água.
7. Verifique os temperos.
8. Enquanto o arroz coze, corte a/o pota/polvo em cubos e, 5 minutos antes de o arroz estar pronto, adicione a/o pota/polvo ao arroz.
9. Adicione os coentros e desligue. Sirva de imediato antes de o arroz secar.


Nota: Honestamente para mim pota ou polvo, não vejo grande diferença... por isso coloquei pota/polvo.
Eu diria que este prato não é para todos, eu acho um pouco forte em termos de paladar (não me refiro a esta receita em particular, mas a todas as receitas num geral)... para mim, uma vez por ano está muito bom!
Inspirei-me no blogue Narwen´s Cuisine. Esta foi a melhor receita que fiz até hoje deste prato... por isso merece vir para o meu blogue. :)
Espero que gostem.

quarta-feira, 19 de Março de 2014

Hambúrguer com Molho de Pimentas


Ingredientes para 4 hamburguers:
500 g carne vaca picada
1 ovo batido
1 dose de knorr granulado de carne
Oregãos q.b.
Sal q.b.
Mistura de pimentas q.b.

Ingredientes para o molho:
200 ml de natas
2 colheres de sobremesa de molho de pimentas
1 colher de sobremesa de molho cocktail
Mistura de pimentas q.b.

1. Numa taça, adicione à carne o ovo batido e tempere-a com sal, oregãos, a mistura de pimentas moídas na hora e o knorr granulado e envolva tudo sem "moer" e sem apertar a carne.
2. Estenda um saco de plástico transparente sobre a tábua (para auxilio) e estenda uma porção de carne sobre o plástico e espalme de forma a obter cerca de 1,5 cm de altura, tentando não compactar muito a carne.
3. Pegue num aro, forma, taça, com mais ou menos 10 cm de diâmetro, e pressione sobre a carne para formar o hambúrguer retirando a carne excedente. Repita este passo na restante carne, deverá dar para 4 hamburguers.
4. Numa frigideira de grelha, aqueça um fio de azeite e deixe aquecer bem.
5. Coloque os hamburguers a fritar alguns minutos antes de virar (é importante que vire os hamburguers o mínimo de vezes possível). Quando estiverem dourados de ambos os lados retire e reserve.
6. Numa tigela junte o molho de pimentas, o molho de cocktail e mexa, vá adicionando as natas aos poucos e mexendo frequentemente para ficar tudo bem envolvido, e tempere com bastante mistura de pimentas moídas na hora.
7. Junte estas natas à gordura que ficou na frigideira e, com o lume brando, mexa até que a gordura e o molho se misturem totalmente ficando com um tom de caramelo maravilhoso.
8. Sirva os hamburguers cobertos com este molho.


Nota: Adoro adoro adoro o meu molho de pimentas!!! Lembrei-me de experimentar a fazer hamburguers... uma vez que nunca tinha feito. Fui para o youtube ver receitas e vi vários vídeos a ensinarem a fazê-los... Tirei ideias de alguns vídeos e decidi experimentar cá em casa... acompanhado com o meu molho de pimentas!!
Não estou satisfeitas com as fotos =( não fazem a justiça merecida... estavam muito bons os meus hambuguers! Aprovadíssimos!

sexta-feira, 14 de Março de 2014

Salada com Fettuccine


Ingredientes:
3 coxas de frango
1/2 pimento vermelho
10 vagens de feijão verde
1/2 frasco de azeitonas verdes descaroçadas
1 (ou 2) mão cheia de amêndoas inteiras com pele
1/2 cenoura pequena
1/2 cebola
1 dente de alho
Fettuccine q.b.
Molho de soja q.b.
Vinagre balsâmico q.b.
Knorr de frango em pó q.b
Sal q.b.
Azeite q.b.

1. Pique a cebola e o dente de alho e leve a refogar num fio de azeite.
2. Corte as coxas de frangos em pedaços pequenos, eliminando os ossos e a pele.
3. Junte carne ao refogado, tempere com sal, 1 colher se chá de knorr em pó de frango, 1 bom fio de molho de soja e uma pitada de vinagre balsâmico e deixe cozinhar em lume brando.
4. Leve uma panela com água ao lume e quando ferver tempere com sal e 1 colher sopa rasa de knorr de frango em pó.
5. À água junte o feijão verde e a cenoura cortados em cubos e, por fim, a massa e deixe cozinhar.
6. Entretanto o frango deve estar cozinhado, altura em que vai adicionar o pimento, cortado em tiras, e deixe cozinhar mais um ou dois minutos. Desligue e adicione as amêndoas e as azeitonas. Reserve.
7. Quando a massa e os legumes estiverem cozidos, escorra a água.
8. Adicione a carne e o molho dela à massa reservada e envolva bem todos os ingredientes, em lume brando (tempere com mais um pouco de molho de soja se necessário).


Nota: Eu adoro massas... mas infelizmente o xuxu não aprecia nada... come esparguete com muita sorte...
Mas ontem apetecia-me massa... e pensei que já que ia fazer um prato, que muito provavelmente só eu ia gostar, porque não usar os meus ingredientes favoritos? Como os pimentos, azeitonas, amêndoas e até o molho de soja! Resumidamente, inventei a meu favor. =D
Geralmente ele nunca diz se o comer está ou não bom (embora eu ache que todos os homens (ou vice versa) o deveriam fazer, afinal nós temos de fazer o jantar todos os dias e um elogio cai sempre bem e dá-nos algum crédito merecido). Sem termos de perguntar!!!
Obviamente, não espera que ele dissesse que estava bom, até porque sei que não aprecia massas... Mas quando levantei o meu prato oiço a seguinte frase «está muito bom o teu comer» e eu viro-me imediatamente e pergunto «o quê?» - estava tão incrédula!!!! =D =D =D
Já estou a postar a receita aqui para nunca mais me esquecer!!! =D

quarta-feira, 5 de Março de 2014

Bolo de Nozes


Ingredientes:
Bolo:
130 g de miolo de noz triturado
150 g de manteiga
150 g de açúcar
3 ovos
1 gema
150 g de farinha
1 colher de café de fermento
1 cálice vinho do porto

Cobertura:
150 g de miolo de noz inteiro
250 g de açúcar
100 ml de água

1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Unte uma forma, tipo bolo "inglês" e povilhe-a com farinha.
3. Bata a manteiga com o açúcar e junte os ovos, um a um, incluindo a gema, batendo sempre entre cada adição.
4. Acrescente a farinha peneirada com o fermento.
5. Junte o cálice do vinho do porto e as nozes e envolva bem.
6. Verta a massa para a forma e leve ao forno aproximadamente 45 minutos.
7. Após cozido, deixe arrefecer.
8. Para a cobertura, coloque num tacho o açúcar e a água e leve a lume brando até obter o ponto de caramelo.
9. Distribua as nozes inteiras sobre o bolo e regue com o caramelo.


Nota: Bem, que posso eu dizer? Eu achei que o bolo ficou soberbo! LINDO!!
Em termos de sabor... bolo húmido com pedacinhos crocantes de nozes e o doce do caramelo?
Este bolo é perfeito mesmo sem a cobertura. 
Em relação à cobertura, eu estava com receio, porque sabia que o caramelo ia endurecer assim que o colocasse sobre o bolo... mas não ficou rijo... como o caramelo escorre, a camada que fica sobre as nozes é fininha tornando as dentadas bem agradáveis. O que escorreu ficou no tabuleiro e o meu xuxu adorou raspar o caramelo do tabuleiro e comer como se fossem chupas-chupas!
Na altura em que estava a fazer o caramelo pensei em colocar um pouco de natas... para tornar a cobertura pegajosa e não rija... mas optei por confiar na receita. Numa próxima vez, talvez o faça... penso que ficará ainda mais maravilhoso.
Esta maravilhosa receita veio de uma revista especial natal muitooooo antiga da minha irmã Teresa. 

quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

Bolachas de Mel e Aveia


































Ingredientes:
100 g de flocos de aveia
100 g de açúcar (pode reduzir)
100 g de farinha
90 g de margarina a temperatura ambiente (ler a minha nota)
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de fermento
1 pitada de sal


1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Numa taça junte os flocos de aveia, a farinha, o fermento e o sal e misture-os.
3. Junte a margarina, o açúcar e o mel e amasse bem.
4. Faça bolinhas pequenas e coloque-as num tabuleiro, forrado com papel vegetal, achatando-as ligeiramente.
5. Leve ao forno cerca de 10 minutos.
6. Deixe arrefecer, depois de frias endurecem e ficam muito crocantes!


Nota: Eu adorei estas bolachinhas!!! E são muito rápidas de se fazerem!! São TÃO CROCANTES!!!!
Fiz duas versões: 
1x) Semi-derreti a margarina no microondas... obviamente que a massa ficou mais líquida, precisei se usar uma colher para fazer as bolinhas (porque a massa colava-se às mãos), e só reparei que talvez não devesse ter semi-derretido a margarina porque no forno as minhas bolinhas expandiram-se na totalidade, ficando como vêm na foto... e eu não as tinha achatado como dizia a receita... E precisavam de menos 1 ou 2 minutos no forno...
Mas atenção que estavam igualmente estaladiças e muito SABOROSAS! 
2x) Usei a margarina à temperatura ambiente e reparei bem na diferença em moldar as bolinhas... tive de usar as mãos e tive de as achatar como dizia a receita. Estas sim ficaram semelhantes com as fotos da receita que fui buscar ao blogue Ideias Saborosas
Na verdade acho que preferi a minha 1ª versão... desastrada é verdade... mas enfim, não se chamasse o blogue desastres culinários XD


terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014

Línguas de Gato


Ingredientes:
3 claras
120 g de manteiga sem sal à temperatura ambiente
120 g de açúcar
120 g de farinha
3 gotas de aroma de baunilha

1. Bata a manteiga com o açúcar durante 2 minutos.
2. Adicione a baunilha e misture.
3. Junte as claras, uma a uma, batendo suavemente entre cada adição.
4. Por fim, adicione a farinha, envolvendo-a na massa com a ajuda de uma "colher de pau".
5. Ligue o forno a 160ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal.
6. Coloque a massa num saco de pasteleiro, com um bico liso de 0.5 mm (ou use um saco de plástico transparente e corte uma das pontas do saco).
7. Faça pequenas bolinhas, aproximadamente de 1cm, deixando um pequeno espaço de 0.2 mm entre duas bolinhas (porque no forno estas expandem e ficam com o aspecto das línguas de compra) e deixe um espaço maior para que as línguas não se colem umas às outras.

8. Leve ao forno por cerca de 10 minutos ou até que as bordas estejam douradas.
9. Retire-as do tabuleiro com a ajuda de uma espátula e coloque-as sobre uma grelha para arrefecer (endurecem após arrefecerem).



Nota: O meu xuxu ADORA línguas de gato... neste sábado tive a paciência e decidi testar esta receita que encontrei no blogue As Aventuras de uma Mamã. Adorei a receita assim como as fotos, qualquer semelhança NÃO é coincidência! =D
A receita é, de facto, SOBERBA! Ele adorou! Eu achei que sabiam demais a baunilha, mas ele disse que não, que estavam óptimas.
Não me lembro de alguma vez ter usado um saco de pasteleiro, mas tinha lá dois por estrear... fiquei logo aborrecida só com o facto de colocar a massa lá dentro... e não é que depois o saco arrebentou!!!!! GRRRRRRRRRRRR
Peguei num saco de plástico transparente e coloquei a massa toda lá dentro e foi sempre a aviar! Ora eu contei 173 línguas de gato... divididas entre 4 ou 5 fornadas!!
Mas no Domingo já tinham desaparecido... ;)

terça-feira, 11 de Fevereiro de 2014

Caracol de Nozes


Ingredientes:

Massa:
1 embalagem de farinha de brioche
220 ml água
Canela q.b.

Recheio:
250 ml de leite
1 limão (casca)
120 g de açúcar
2 gemas
40 g amido de milho
75 g de miolo de nozes
Canela q.b.

Cobertura:
70 g de açúcar
70 g de manteiga
100 g de miolo de nozes
3 colheres de sopa de leite

1. Colocar a água e depois a farinha e a canela na MFP e selecione o programa "massas".
2. 30 minutos antes do programa terminar prepare o recheio, colocando o leite e a casca do limão ao lume até ferver.
3. Numa tigela junte o açúcar, as gemas e o amido e depois verta o leite em fio, e coado, mexendo sempre para as gemas não talharem (se talharem meta tudo no copo da varinha mágica e misture).
4. Volte a levar o preparado ao lume até engrossar mexendo sempre!
5. Ligue o forno a 180ºC.
6. Assim que o programa acabar, e enquanto o recheio arrefece e o forno aquece, estenda a massa tentando obter um rectângulo, depois espalhe o recheio já morno/frio, as nozes e canela.
7. Enrole a massa do lado mais comprido, e corte em fatias de mais ou menos 5 cm.
8. Disponha estes caracóis numa forma de aro amovível (ou não), untada com manteiga e polvilhada com farinha e leve ao forno cerca de 40 minutos.
9. Enquanto o caracol está no forno, vamos tratar da cobertura, leve ao lume o açúcar, a manteiga, as nozes e o leite e assim que a manteiga derreter, deixe ferver 2 minutos. Reserve.
10. 20 minutos antes de retirar o caracol do forno, coloque uma folha de papel vegetal no fundo do forno, e verta a cobertura por cima e deixe caramelizar até ao fim da cozedura ou até ficar com uma belíssima cor de caramelo. Desenforme ainda quente.


Nota: Se usar uma forma de aro amovível é muito provável que ao colocar a cobertura, que esta verta para o fundo do forno, daí eu dizer para colocar uma folha de papel vegetal... mas se usar uma forma normal, vai ser complicado desenformar... escolha você.
Tirando estes pormenores técnicos... que dizem deste meu caracol? Não está bonito?!
ESTÁ FABULOSO!! Foi tão elogiado! Estava tãooooo bommmmm que dá vontade de fazer já outro!!! Não fossem as nozes tão caras!!! AMEI!!!!
Inspirei-me na receita do blogue da Krissys Creations, mas alterei tudoooo. Talvez para a próxima experimente a fazer a cobertura da receita dela. =D

quinta-feira, 6 de Fevereiro de 2014

Batatas com Espinafres Deluxe


Ingredientes
Batatas q.b.
1/2 embalagem de espinafres (ou mais)
1/2 cebola
Fatias finíssimas de chourição (pode usar bacon ou até linguiça)
Azeite/Óleo q.b.
Sal q.b.

1. Descasque as batatas e corte-as em gomos e coza-as em água temperada com sal (não as deixe cozer demasiado).
2. Numa frigideira coloque um fio generoso de azeite e de óleo (ou só de azeite) e deixe as batatas fritarem sem pressa.
3. Assim que estiverem douradas e terem perdido o aspecto de cozidas, retire-as da frigideira e reserve (não tempere com sal).
4. Escorra a gordura deixada na frigideira e volte a colocá-la ao lume, adicione a cebola cortada em luas muito fininhas e deixe refogar.
5. Junte as fatias de chourição (bacon ou linguiça) desfeitas/rasgadas e junte também os espinafres e deixe ganhar gosto mexendo frequentemente.
6. Assim que os espinafres minguarem, tempere com sal fino, mexa mais um pouco e junte as batatas só para envolver os sabores.
7. Retire do lume e delicie-se!

Nota: Inspirei-me numa receita que vi numa revista de um café... mas acabei por não fazer nada como a receita indicava... decidi seguir o meus instintos e posso dizer que correu MARAVILHOSAMENTE. 
É super saborosa estas batatinhas com espinafres.
Eu já adorava batatas cozidas e depois fritas (a minha mãe fazia para aproveitar as batatas cozidas que sobravam)... e depois numa das dietas, que de vez em quando faço, dizia para comer espinafres refogados... e não é que me apaixonei por eles!!!? Pronto, depois vi a revista no café e o meu cérebro juntou as duas!!! Ficou mesmo TOP!! 

segunda-feira, 3 de Fevereiro de 2014

Tarte de amêndoa



Ingredientes:
Massa:
150 g açúcar
150 g de manteiga amolecida
1 limão (raspa)
2 ovos
200 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de fermento

Recheio:
4 colheres sopa de leite
150 g amêndoas palitadas ou laminadas
125 g de açúcar
125 g de manteiga
1/2 limão (sumo)

1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Junte a manteiga, o açúcar e a raspa do limão e bata,
3. Junte os ovos e por fim a farinha e o fermento.
4. Verta a massa para uma tarteira de fundo amovível, espalhe bem e leve ao forno por +/- 15 minutos.
5. Enquanto isso, num tacho coloque todos os ingredientes do recheio e leve ao lume para a manteiga derreter.
6. Assim que derreter, deixe ferver por 2 minutos. Reserve.
7. Assim que a massa estiver cozida, retire do forno e aumente este para os 230ºC.
8. Enquanto o forno aquece, verta o recheio para cima da massa e espalhe bem.
9. Leve ao forno até caramelizar por cima...
10. Enquanto está quente, passe uma faca nas laterais da forma... para depois ser mais fácil de desenformar.


Nota: Decidi ver um episódio do "JA ao Lume" e foi logo o episódio onde ele fez esta tarte de amêndoa! Fiquei de quatro pela tarte e assim que tive oportunidade coloquei as mãos ao trabalho.
Escusado será dizer que ficou maravilhosa... o saborzinho de limão também se notava. TOP. 
Não deixe cozer demais a massa da tarte... fique atenta! Também é possível que durante a caramelização caiam uns pingos de caramelo no forno... que é melhor você limpar enquanto o forno está quente. 

segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014

Bolo de Kiwi






Ingredientes
4 ovos
250 g açúcar
150 ml óleo
250 g kiwi (cerca de 4 kiwis)
250 g de farinha com fermento
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Bata os ovos com o açúcar até a massa ficar esbranquiçada e aumentar o volume (cerca 1 min).
3. Descasque os kiwis, corte-os em 4 e coloque-os na trituradora juntamente com o óleo e desfaça tudo.
4. Junte o preparado do kiwi ao dos ovos.
5. Adicione a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio e envolva bem.
6. Verta o preparado numa forma de chaminé, previamente untada e enfarinhada, e leve ao forno +/- 35 minutos (verifique com o palito).


Nota: A minha irmã deu-me muitos kiwis... mas eu não aprecio nada kiwis... aqueles que o xuxu não comeu estavam para irem para o lixo porque já estavam demasiado maduros e foi então que fui procurar receitas... encontrei esta no blogue da Ratolinha.
Excelente surpresa... o bolo é muito BOM! Eu não achei que soubesse a kiwi... mas dá-lhe sem dúvida uma certa humidade que impede que seja daqueles bolos secos! É rápido de fazer... é mais rápido a cozer... e é tão fofinho!!! E as sementes misturadas na massa, quase que parecem sementes de papoila!! Lindo! 
Gostei mesmo muito desta receita!  

quarta-feira, 8 de Janeiro de 2014

Açorda de Queijo








Ingredientes:

Massa:
400 g de farinha
20 g fermento de padeiro
1 colher de sopa de azeite
Sal fino q.b.
Água morna q.b.

Recheio:
3 embalagens de queijo ralado (usei mozzarella, emental e queijo da ilha)
2 fatias de bacon com cerca de 5 mm (não use bacon já em cubos)
200 ml bechamel
200 ml natas com matéria gorda MG 35% (Gresso e Mimosa têm)

Massa:
1. Dissolva o fermento num pouco de água morna.
2. Numa taça, misture a farinha, o fermento dissolvido, o azeite e o sal.
3. Vá adicionando água à medida que for precisando, você procura uma massa fácil de trabalhar sem colar às mãos.
4. Amasse bem, faça uma bola, coloque na taça e deixe num lugar quentinho a levedar.
Recheio:
5. Retire a "capa" do bacon, corte as fatias em cubinhos bem pequeninos e leve-os a fritar na própria gordura.
6. Numa taça, adicione os queijos ralados, o bechamel, as natas, o bacon frito e envolva bem.
Montagem:
7. Ligue o forno a 200ºC.
8. Amasse a massa levedada e espalme-a como se tivesse a fazer uma base de uma pizza, mas não muito fina!!
9. Coloque o recheio no centro, e feche bem a massa!
10. Leve ao forno cerca de 30 minutos, quando pronto, abra uma cavidade na massa e delicie-se com esta maravilha!!












Nota: Eu sei, é uma bomba calórica... mas a vida são só 2 dias... hoje comemos e amanhã estamos de dieta... Ok?
Ora a história desta receita... fui a um aniversário numa pizzaria aqui da zona, onde o casal aniversariante (Bruno e Carla) pede para trazer de entradas: "açorda de queijo". 
O meu primeiro pensamento foi: «-Quê??! Açorda?! Nãooooooo!!!!!!» - já estava eu a imaginar as açordas alentejanas... que eu nunca provei... mas elas não me apelam nadinha... pelo contrário... repelem! 
E eis que ela (a açorda) vem para a mesa e os meus olhos pensam «uauu»... Depois provo «Que bommmmm que é!!!»
Pesquisei logo na net, e encontrei um blog Outras Comidas, onde já tinha feito a receita dentro de uma carcaça de pão... bem, retirei a receita do recheio e as dicas e decidi experimentar, fazendo a massa de pão/pizza.
Fiz para o aniversário da minha mãe/irmã, depois no natal, depois num jantar de amigos, depois num jantar de família... hehehe é simplesmente maravilhosa! 
O meu único conselho: se decidir fazer disto entrada, faça um jantar bem mais leve... porque enche muitoooooo! É que uma pessoa não consegue parar!! É viciante! TOPPPPPPP!  

segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

Chocolate Quente
















Ingredientes:
2 colheres de sopa de chocolate em pó (para o leite)
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de amido de milho
1 chávena de leite (entre 200 a 240 ml)

1. No copo da varinha mágica, junte todos os ingredientes e misture bem.
2. Verta para um tachinho, leve ao lume mexendo sempre.
3. Quando engrossar, desligue, verta para uma chávena.
4. Vá para o sofazinho, embrulhe-se na mantinha e aproveite bem o seu chocolate quente enquando observa chuva na rua =D















Nota: ADOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!
Andava desejosa... Lembro-me de ter trabalhado num bar onde o chocolate quente era maravilhoso, espesso... o ingrediente secreto era.... amido de milho... 
Detesto ir a um café ou bar e pedir um chcolate quente e ser servida com "leite com chocolate"... tipo, devem abrir um ucal, aquecem-no e depois dizem que é chocolate quente!!! grrr
Tenho estado gripada... e em vez de chazinho tenho feito chocolate quente... hihihi assim ninguém me ralha... afinal estou doentinha.... =D

terça-feira, 26 de Novembro de 2013